Resumo

Limpar carrinho

Por: R$ 92,00ou X de

Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 92,00
  • 2X de R$ 46,00 sem juros
  • 3X de R$ 30,66 sem juros
Outras formas de pagamento

Calcule o valor do frete e prazo de entrega


A acne é  muito comum e ocorre quando as glândulas pilossebáceas passam a produzir uma quantidade maior de secreção gordurosa. Essa secreção não consegue ultrapassar a abertura do poro e ali se acumula formando comedões abertos (cravos pretos) que oxidam e escurecem em contato com o ar, ou ainda comedões fechados também conhecidos como cravos brancos. O acúmulo dessa substância retida pela obstrução dos folículos pilosos favorece a infecção por bactérias, especialmente pela Propionibacterium acnes causadora das espinhas. A acne se manifesta mais na puberdade, adolescência e nos adultos jovens. Nas mulheres, pode persistir por mais tempo sendo chamada de acne da mulher adulta. Nesses casos, as lesões se instalam especialmente na região da mandíbula e podem estar correlacionadas com o ciclo menstrual. Nos homens, os quadros costumam ser mais graves e, sem tratamento, podem estender-se por décadas. O surgimento da acne possui inúmeras causas: Hereditariedade, predisposição genética, alterações na produção dos hormônios sexuais, infecção por bactérias e até o estresse emocional são considerados fatores de risco para o agravamento do quadro. Embora não haja estudos comprovando a correlação entre a dieta e o aparecimento das lesões, se o paciente notar que certos alimentos gordurosos (chocolate, frituras, nozes, amendoins, por exemplo) pioram as crises, deve excluí-los da dieta habitual. Pessoas com pele oleosa que tendem a acne, devem evitar também o uso de produtos de maquiagem, loções e hidratantes gordurosos. Lesões mais graves e apertar as feridas  podem ser responsáveis pelo aparecimento de cicatrizes e manchas difíceis de corrigir. Por isso controlar a oleosidade da pele e diminuir a formação da acne é importante.

Quem viu esse, viu também

5541992245253